Metaverso: O que é? Como entrar? Aplicações e Investimentos.

Metaverso: O que é? Como entrar? Aplicações e Investimentos.

Um dos assuntos mais comentados nos últimos meses é o metaverso. O conceito, em alta deste que o Facebook anunciou a troca do nome para Meta, em outubro de 2021, é visto como um futuro próximo que trará diversas mudanças no nosso cotidiano e até mesmo na maneira de fazer negócios.

Mas afinal, o que é o metaverso? Como ele vai funcionar? Como faremos para ingressar nessa nova realidade?

Basicamente, metaverso é um conceito que mescla realidade aumentada e ambientes virtuais. Ele pode ser entendido como uma vivência em um espaço virtual, mas com influências da vida real nesse universo.

Especialistas afirmam que, em um futuro próximo, as pessoas estarão nesse “mundo” da internet interagindo como se estivessem “dentro” dela.

Ou seja, teremos avatares virtuais que poderão conversar, trabalhar, ter uma vida social com amigos e familiares, e bens materiais em um universo online. Por ser um ambiente virtual, para acessá-lo é preciso de algumas tecnologias como óculos de realidade virtual.

Quais as aplicações do metaverso? Soluções de tecnologia, como realidade virtual e simuladores em 3D são exemplos mais simples de aplicação. Os entusiastas dizem que o metaverso afetará as mais variadas áreas de nossas vidas. Segundo especialistas, a medicina é um dos segmentos com grande potencial para o uso das novas tecnologias e várias possibilidades estão sendo desenvolvidas, como cirurgias à distância, cursos em que os alunos não precisam de corpos reais para aprendizado, roupas que podem avaliar situações corporais como a temperatura e nível de transpiração, são algumas já levantadas.

Como investir no metaverso? Por enquanto, as formas mais comuns são:

a) Compra de terrenos virtuais, adquirindo terras virtuais em algum metaverso você pode alugá-las ou vendê-las no futuro, também é possível construir um imóvel por lá e capitalizá-lo de diversas maneiras, assim como fazemos no mundo físico.

b) Compra de tokens diversos: tokens dos principais games relacionados ao metaverso ganham valor conforme o projeto desperta interesse entre seus usuários. Roupas, objetos, veículos, itens colecionáveis, obras de arte, tudo isso pode ser tokenizados.

c) Ações: Investir em ações de empresas que apostam em soluções e funcionalidades do metaverso, pode ser uma boa alternativa de investir nesse mundo também. Empresas como o Facebook/Meta já têm ações à venda.

d) Fundos de investimento: Em dezembro, a gestora brasileira Vitreo lançou o produto “Vitreo Metaverso”, que investe apenas em ações ligadas ao setor. O aporte mínimo é R$ 1.000,00.

e) Criptomoedas: Comprar criptomoedas associadas ao metaverso é outra maneira de investir nesse mercado. Decentreland (MANA), Sandbox (SAND) e Enjin Coin (ENJ) são algumas delas. Essas moedas digitais podem ser adquiridas por meio de empresas especializadas. Geralmente há taxas de saques e transferências.

Fonte: Uol

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

mais novidades

Sinquisul empossa nova diretoria

O Sindicato das Indústrias Químicas do Sul Catarinense (Sinquisul) tem novo presidente. Foi eleito em Assembleia ordinária realizada na segunda-feira, dia 20/06/2022, Marcos Vefago. Ele substituiu o empresário Andrés Raimundo Federico Pesserl. O Sinquisul foi fundado em 27 de julho

Leia mais >>

Conheça a nova rede social GETTR

Lançada em 2021, a Gettr é uma rede social em formato de microblog semelhante ao Twitter, mas com uma proposta diferente à da rede do passarinho. Criada por Jason Miller, ex-assessor do ex-presidente dos EUA, Donald Trump, ela se vende

Leia mais >>

Corpus Christi feriado ou ponto facultativo?

O dia em que a Igreja Católica celebra o Santíssimo Sacramento do corpo e sangue de Jesus Cristo é ponto facultativo em âmbito nacional. Entretanto, alguns locais, através de decreto, consideram a data feriado. Veja as capitais que adotam Corpus

Leia mais >>